Este Site está em Processo de Construção, algumas páginas estão incompletas, desculpe qualquer Transtorno, estamos trabalhando para entregar um Excelente Conteúdo
Home / Músicas / AQL SLV
RuimNão CurtiLegalExcelenteMaravilhosa (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
  • Ano de Lançamento: 2021|

Letra da Música AQL SLV

Ação
Mais uma cena em volta
E eu no meio diretor diz corta
Eu no meio olhando essas droga
Personagem em dia de endola
Esquece Scarface
Aqui os menó tem sonho de pequeno
Vários amigo virou zé pequeno
Morreu na mão do capitão nascimento
E os que não morreu, Carandiru
Deixo o filme na mão do babu
Continua a trama
O Nefasto foi visto
Diamante de sangue
João de santo Cristo
Doce vingança e o final previsto
Preto mata preto
E o candidato honesto continua sorrindo
Policia mata preto
Pobre morre cedo
Cadê o Django Livre nesse nosso enredo
Não apareceu pra ajudar o João Pedro
Nem os 10 no complexo, mais 11 enterro
Matam George Floyd
Já olhou pras lápide?
Quantos Jorge morre aqui e tu não sabe
Já olhou pras lápide?

Fique rico ou morra tentando continuar vivo
Sou Forrest Gump em bonsucesso
Correndo pra não tomar 9 tiros

Fique rico ou morra tentando continuar vivo
Sou Forrest Gump em bonsucesso
Correndo pra não tomar 9 tiros

Neguin protagonista
E hoje eu não morro no fim do filme
Dívidas com mundo, mais do mesmo
Dúvidas tudo aprendi na pista
Testa o aço no peito do Luke Cage
Pra atirar na cara e só preto na lista
Dúvidas tudo aprendi na pista
Dívidas com mundo é melhor tu pagar
Mãos sujas de sangue
Verdades que soam como mentira
E a cara de um crime não cometido
Suor de tanto correr da policia
Os meno tipo Iverson
Entortando os cana nas quadras da vida
E eu me sinto como James Brown
Tão pés no chão que nem sinto as feridas
Ele parou no sinal
Madame, eu não quero seu celular
O medo de morrer aflige
E é que se faz quando passa dos 17
Tu vê nós fazendo greve?
Com medo de morrer jovem
Com medo de morrer cedo
Eu vejo vidas em greve
Com medo de morrer antes de finalizar o roteiro
Do que você tem medo?
Me conta o que te atinge
Isso não é passarela
Não sirvo de vitrine
Vocês são mais do mesmo
Quer me tirar de cena
Querem me ver no crime
Eles quer meu swing
Eu que escrevi o roteiro
E eu que dirigi o filme
Neguin protagonista
Do que você tem medo?
Me conta o que te atinge
Isso não é passarela
Não sirvo de vitrine
Vocês são mais do mesmo
Quer me tirar de cena
Querem me ver no crime
Eles quer meu swing
Eu que escrevi o roteiro
Eu que dirigi o filme

Parte do começo como se fosse o final
Guarde aquele salve praqueles que quer ser salvo
Tarde pra voltar quando roteiro é criminal
Na fragilidade quantos vão vão

Parte do começo como se fosse o final
Guarde aquele salve praqueles que quer ser salvo
Tarde pra voltar quando roteiro é criminal
Na fragilidade muitos vão vão

Quem que fechou as cortinas?
Diz quem ficou pra faxinar
Quem deu luz aos holofotes?
Inofensivos te dominam
Novos bandidos/ alquimistas
Vida de artista é coisa de preto
Vai dizer que não
Quem não viu de perto
Vielas sabem e ensinam
Se a pista salga, tu afina
Mas, se perde o tom, ela te quebra
São coisas que ouço na esquina
Se o toque é do mano, vira regra
Ser humano é frágil igual cerol
Com algumas linhas vira arma
Dia de baile é tipo festival
Cena de filme em cada carga
Novos bandidos, mermo drama
Levantar diploma é coisa de preto
Vai dizer que sim
Ao bater no peito
Primeira mudança de mundo
É dentro
Independente
Não tem mais corte
O plano é sequência
Meus pés no tapete vermelho
Numa mão, a Glock
Na outra, minha consciência

Parte do começo como se fosse o final
Guarde aquele salve praqueles que quer ser salvo
Tarde pra voltar quando roteiro é criminal
Na fragilidade quantos vão vão

Parte do começo como se fosse o final
Guarde aquele salve praqueles que quer ser salvo
Tarde pra voltar quando roteiro é criminal
Na fragilidade muitos vão vão

Da minha janela
Um roteiro de jordan pra
O sonho do João pra
Eu vejo na arte do meno t
A luta da favela pros menor ter
Mas a tela engorda
O dinheiro engorda
Vida vira engodo
E o lobby é o novo hype
Nessa guerra fria
Gente nossa morre depressiva
Adidas & Nike
Mas o protagonista agora
É um anti-heróI
Anti-x9
E anti-playboy
Se não troca a fita
Aplica e destróI
Lágrima e sangue nos olhos
Aposto qual deles primeiro cai
Na parede do beco
Essas marcas de furo de bico
Separam
Quem foi de quem vai
Ao som de trovões 47
Plantão na chuva/ colete
Sem dublê no tete a tete
Cada barricada, uma claquete
Flex
Giroflex, não temos medo de vocês
Nem de ninguém
La haine engendre la haine

Parte do começo como se fosse o final
Guarde aquele salve praqueles que quer ser salvo
Tarde pra voltar quando roteiro é criminal
Na fragilidade quantos vão vão

Conheça Também esta Música

Sippy Cup

Blood still stains when the sheets are washed Sex don’t sleep when the lights are …

Comentários sobre a música AQL SLV

Artistas de Música Pop

  • bunny-wailer Nacionalidade do Artista
    Bunny Wailer
  • dezarie-300x300 Nacionalidade do Artista
    Dezarie
  • sant Nacionalidade do Artista
    Sant
  • L7NNON Nacionalidade do Artista
    L7NNON
  • luisa-sonza Nacionalidade do Artista
    Luísa Sonza
  • blackpink Nacionalidade do Artista
    BlackPink
Ver Todos os Artistas Populares

Publicidade e Propaganda

Relatar Problema